Ushuaia


A cidade mais austral do planeta.

Ushuaia é famosa por ser a cidade mais austral do planeta, a última base para aventureiros rumo à Antártida, e por isso o lugar é popularmente chamado de fim do mundo. Outro nome atribuído à região é Terra do Fogo, pois quando os europeus chegaram ali avistaram de longe as diversas fogueiras dos Yámanas, habitantes primitivos da região que foram completamente extintos devido às guerras por território e doenças trazidas pelo povo europeu.

 Vista de Ushuaia a partir de uma embarcação no Canal Beagle.

Vista de Ushuaia a partir de uma embarcação no Canal Beagle.

Chegamos em Ushuaia e já sentimos o ar de cidade grande, com trânsito, barulho, prédios e pessoas andando apressadas pelas ruas (ao contrário dos outros lugares por onde passamos). O centro é a Av. San Martin, onde estão localizados os principais restaurantes, lojas, hotéis e agências de turismo, lembrando bastante Campos do Jordão (SP) . Por esses motivos, achamos Ushuaia a cidade menos interessante da nossa viagem à Patagônia, descartável caso não tenha muito tempo. Porém, claro, tem o seu charme e vale ser visitada.

 Mirante para a cidade de Ushuaia.

Mirante para a cidade de Ushuaia.


Atrações de Ushuaia


É preciso tempo para conhecer Ushuaia (4 a 5 dias), pois além de ter bastante coisa pra fazer, os passeios tomam boa parte do dia. Dica: Assim que chegar, procure uma agência de turismo e tente negociar, fechando um pacote ou pagando em dinheiro vivo. A nossa escolhida foi a PiraTour (na Av. San Martin), que nos deu 10% de desconto fechando 3 roteiros: Navegação no canal Beagle, Ilha dos Pinguins e Parque Nacional Tierra del Fuego. Segue abaixo um resumo das principais atrações que conhecemos.

Porto
O porto de Ushuaia é importantíssimo para a economia local. É dali que partem as embarcações rumo à Antártida. Vale a pena sair para dar uma volta e tirar uma foto na famosa placa do fim do mundo.

 A famosa placa do fim do mundo, no porto de Ushuaia.

A famosa placa do fim do mundo, no porto de Ushuaia.

porto2.jpg
 Agências de turismo no porto de Ushuaia.

Agências de turismo no porto de Ushuaia.

Museu dos Yámanas
Museu pequeno que conta um pouco da história dos antigos habitantes da região, os Yámanas, que foram completamente extintos pelos europeus.
Um fato interessante é que esse povo não usava roupas, mesmo durante o inverno rigoroso da região. Caso usassem peles de animais como vestimenta, estas ficariam úmidas o tempo todo por causa da chuva e neve, então contavam com um óleo natural da própria pele para se manterem secos. Além disso, deixavam o fogo aceso o tempo todo, mesmo dentro das canoas, enquanto caçavam.

Museu Marítimo e Prisão de Ushuaia
Antiga prisão de Ushuaia e hoje um museu bem interessante. Além das instalações sombrias das celas que tem quase cem anos, aqui aprendemos um pouco da história de como a região começou a ser habitada.

Cerro Martial
O Cerro ou Glaciar Martial é uma famosa pista de ski que fica desativada no verão.
Existe um teleférico que te leva até o topo, porém não estava funcionando quando visitamos (para o nosso azar). Então, lá fomos nós para mais um trekking. Ao chegamos lá no topo, a recompensa: uma vista linda da cidade de Ushuaia e do Canal Beagle.

 Vista do Cerro Martial para o Canal Beagle e porto de Ushuaia.

Vista do Cerro Martial para o Canal Beagle e porto de Ushuaia.

Navegação pelo Canal Beagle
Saímos do porto de Ushuaia às 8h da manhã e navegamos pelo famoso Canal Beagle, de onde se pode ter uma vista linda da Cordilheira dos Andes e da cidade de Ushuaia.

 Vista da Cordilheira dos Andes de uma embarcação no Canal Beagle.

Vista da Cordilheira dos Andes de uma embarcação no Canal Beagle.

A primeira parada foi a “Isla de los Lobos”, onde vivem os leões marinhos, o que faz o lugar ter um cheiro bem forte. Em seguida passamos pela “Isla de los Pajaros”. Depois, avistamos o famoso Farol do Fim do Mundo (Farol Les Eclaireurs) e terminamos com uma caminhada na Isla Bridges, para conhecer mais sobre a flora e fauna do local.
Duração: 4 horas aproximadamente
Dica: Mesmo que o tempo pareça quente, jamais vá de bermuda, pois o vento durante o passeio é muito gelado.

 Isla de los Lobos

Isla de los Lobos

 Farol do fim do Mundo (Farol Les Eclaireurs)

Farol do fim do Mundo (Farol Les Eclaireurs)

Estância Harberton, Isla Martillo e Musem Acatushún

Estancia Harberton:
Fazenda do século 19 que tem as instalações originais conservadas. É dali que sai a embarcação para a “Isla Martillo”, onde ficam os pinguins.

Isla Martillo (La Pinguinera):
É uma ilha preservada que vira habitat de mais de 6 mil pinguins entre outubro e abril, onde vão para se reproduzirem. A agência Piratour é a única que tem autorização para descer e caminhar pela ilha.
O passeio foi caro mas valeu muito a pena, pois conseguimos conhecer os pinguins bem de perto.

Museu Acatushún:
O dia termina com uma visita ao museu Acatushún, que impressiona pela vasta coleção de esqueletos de mamíferos marinhos da região.
Duração: 8 horas (o dia todo)

 Interior do Museu Acatushún, com sua vasta coleção de esqueletos de mamíferos marinhos.

Interior do Museu Acatushún, com sua vasta coleção de esqueletos de mamíferos marinhos.

Parque Nacional Tierra del Fuego e Trem do fim do Mundo
Pegamos uma van da Piratour e nos dirigimos para o Parque Nacional Tierra del Fuego, que fica a 1 hora de Ushuaia. É para lá que os presidiários de Ushuaia eram levados para trabalhar mesmo debaixo do clima rigoroso, basicamente cortando lenha.
No meio do caminho, há uma parada na estação do famoso “Trem do fim do Mundo”. Ali você decide: continuar até o parque de van ou ir de trem.

 Parque Nacional Tierra del Fuego

Parque Nacional Tierra del Fuego

 Árvore-bandeira de 300 anos de idade. Elas crescem para a lateral devido aos fortes e constantes ventos da região.

Árvore-bandeira de 300 anos de idade. Elas crescem para a lateral devido aos fortes e constantes ventos da região.

 Árvore-bandeira que cresce para a lateral devido  aos fortes e constantes ventos da região.

Árvore-bandeira que cresce para a lateral devido aos fortes e constantes ventos da região.

Depois de muito pensar, decidimos ir de trem, mesmo sabendo que aquilo seria um bom exemplo de “Pega Turista”. Dito e feito: Pagamos 500 pesos cada um para uma voltinha de 15 minutos de trem, que não tinha NADA demais. Não recomendamos.
Na estação de desembarque, entramos novamente na van da Piratour e seguimos para o parque. No geral, o passeio foi um pouco chato, pois rodamos o parque dentro da van, com uma e outra parada para fotos.
Vale a pena pegar um ônibus até o parque e conhecê-lo sozinho, fazendo trihas no seu tempo.
Duração: 8 horas (o dia todo)

  "Trem do Fim do Mundo" na estação Macarena.

"Trem do Fim do Mundo" na estação Macarena.

 Interior do "Trem do Fim do Mundo"

Interior do "Trem do Fim do Mundo"


Bares e Restaurantes


Bodegon Fueguino
(Av. San Martín 859)
Um bom restaurante para jantar. Não é barato, mas é famoso pelo cordeiro.

Kuar Resto Bar
(Perito Moreno, 2232, Ushuaia)
Ambiente aconchegante onde experimentamos a famosa Merluza Negra. Existem 2 filiais desse restaurante na cidade: uma no centro e a outra um pouco mais afastada, que tem uma vista linda para o Canal Beagle. 

 Merluza Negra com risoto de espinafre e limão siciliano.

Merluza Negra com risoto de espinafre e limão siciliano.

Ramos Generales - El Almacen
(Av. Maipú 749)
Restaurante que também lembra um antiquário, com diversos objetos antigos como decoração.

Laguna Negra Chocolates
(Av. San Martín 513)
Famosa loja de chocolates de Ushuaia. Vale uma parada para repôr as energias com um café e um chocolate.

Restaurante Marcopolo
(Av. San Martín 748)
Opção mais em conta de restaurante em Ushuaia. Dica: peça a sopa de Centolla.

 Sopa de centolla com BASTANTE centolla =)

Sopa de centolla com BASTANTE centolla =)

La Cabaña - Casa de Té
Uma casa de chá localizada na base do Glaciar Martial. Além de diversos tipos de chá, a decoração do lugar chama muito a atenção, lembrando uma casa de bonecas.

 Casa de Chá "La Cabaña", com uma decoração que lembra uma casa de bonecas.

Casa de Chá "La Cabaña", com uma decoração que lembra uma casa de bonecas.

Dublin pub
(Calle 9 de Julio 168, Ushuaia)
Trata-se de um Pub estilo irlandês onde jovens e mochileiros se reúnem no fim do dia para tomar um pint de cerveja.

Restaurante Villagio - Onde comemos a famosa Centolla (King Crab)
Experimentamos a famosa centolla no restaurante Villagio, na Av. San Martin. É caro e tem toda uma técnica para comer. Mas acredite, uma centolla de 1,5kg tem bastante carne para duas pessoas.

 Centolla, ou King Crag.

Centolla, ou King Crag.


Hospedagem


Hotel Austral
Hotel bem localizado, confortável e a uma quadra do Dublin Pub. Dá pra tomar uma toda noite antes de domir. =)
Endereço: Calle 9 de Julio 250, Ushuaia, Tierra del Fuego, Argentina

 

Veja também